terça-feira, 10 de março de 2009

Encontrando o amor - parte 1

Quando um cara solteiro, 20 e poucos anos, resolve juntar suas trouxas, vestir seu pala e ir de mala e cuia para a Europa, certamente está com muitas expectativas. Liberdade, para ser mais exato, é a palavra que remete à expectativa.

Assim embarquei no avião para a Alemanha, cheio de "o que tiver de vir que venha." Mas a vida é sempre, sempre, sempre uma caixinha de surpresas.

E se esse cara solteiro, 20 e poucos anos, encontrasse justamente onde não quisesse encontrar o amor da sua vida? E não um amor alemão, o que soa ainda mais doido. Um amor que atravessou um oceano para ir ao seu encontro, um amor que só foi possível na Alemanha, naquele exato momento. A Alemanha, portanto, como ponto de encontro de duas almas que foram (mal-)separadas na descida à Terra.

Um cara solteiro, 20 e poucos anos, que se depare com essa situação, não pode se sentir frustrado. Tem que ir ao encontro do destino, que é uma caixinha de surpresas também. O destino é cheio de imprevistos, está sempre aprontando das dele. Alguns desses imprevistos soam como coincidências maravilhosas.

Se uma coisa assim for colocada à sua frente, vá até ela e a beije, beije muito, tão apaixonadamente quanto puder. Sem medo do amor! Como eu mesmo fiz.



(continua...)

9 comentários:

Anderson Ribeiro disse...

... é uma caixinha de supresa... de chocolate. Branco de preferência. hehehehe. E qual será o papo nesse encontro? Ó, minha pinguizinha, de pele lisa e gelada, dá-me tua pata e biqua-me na boca, ansiosa por teus... beijos?

Leonardo disse...

Não dá pra ler esse post e não pensar nessa música:

"É O Amor"
Zezé Di Camargo E Luciano

(Composição: Zezé Di Camargo)

Eu não vou negar
Que sou louco por você
"Tô" maluco pra te ver
Eu não vou negar

Eu não vou negar
Sem você tudo é saudade
Você trás felicidade
Eu não vou negar

Eu não vou negar
Você é meu doce mel
Meu pedacinho de céu
Eu não vou negar

Você é minha doce amada
Minha alegria
Meu conto de fadas, minha fantasia
A paz que eu preciso pra sobreviver

Eu sou o seu apaixonado
De alma transparente
Um louco alucinado
Meio inconseqüente
Um caso complicado de se entender

É o Amor
Que mexe com minha cabeça
E me deixa assim
Que faz eu pensar em você
E esquecer de mim
Que faz eu esquecer

Que a vida é feita pra viver

É o Amor
Que veio como um tiro certo
No meu coração
Que derrubou a base forte
Da minha paixão
E fez eu entender que a vida
É nada sem você

Eu não vou negar você é meu doce mel
Meu pedacinho de céu
Eu não vou negar

Você é minha doce amada
Minha alegria
Meu conto de fadas
Minha fantasia
A paz que eu preciso pra sobreviver

Eu sou o seu apaixonado de alma transparente
Um louco alucinado meio inconseqüente
Um caso complicado de se entender

É o Amor
Que mexe com minha cabeça e me deixa assim
Que faz eu pensar em você e esquecer de mim
Que faz eu esquecer que a vida é feita pra viver

É o Amor
Que veio como um tiro certo no meu coração

Marcelo Cordeiro disse...

torço para que sejam felizes

Ana Cláudia disse...

Que nada Marcelo, acho que ele entrou numa fria...rsrsrrs (tá bom, não precisam rir da minha piada, eu que a fiz, rio do mesmo jeito!rsrsrs)

Carla Arend disse...

ai augusto
ai augusto

só tu pra alegrar uma manhã murrinha de santa maria.

hahahahaha...

(a camila me deu um santo antônio ano passado, BAITA FURADA, quer que te mande por sedex pra ver se ele dá mais sorte na alemanha?

Patrícia disse...

ei, até eu já estava me mandando pra Alemanha na esperança de encontrar um amor aí...rsrrs

Gustavo Hennemann disse...

Tu tá atochando que eu sei!! hehe
Quero ver a parte 2.
abraços,

Nath "no" Alemanha disse...

Eu sempre soube que estava na cidade errada! Posso ir te visitar pra ver se acho o amor da minha vida tb? hUEAoiEuEhuea

Thaís Brugnara disse...

teu amor é um pinguim? bem coisa de Augusto.
tem um pinguim encima da minha geladeira